REVISTA CAIS DE MARÇO

capa_MARCO

Fernanda Freitas é Diretora convidada da Revista CAIS de março


No Editorial, a Presidente e Voluntária da Associação Nuvem Vitória escreve: “Quando me desafiaram para dirigir esta edição de março, tinha duas efemérides na cabeça: o dia da mulher e o dia do sono. Num mês em que a Associação Setare ( www.setare association.com) me aceitou como ´madrinha` de uma jovem afegã que está em Portugal para concluir os seus estudos – já que foi proibida de o fazer em Cabul –, não podia deixar de falar das Mulheres”.

 

Em 1 Tema, 2 Pontos de Vista, a questão em destaque é, justamente, “Ser Mulher”. Paula Cosme Pinto e Daniel Cotrim apresentam a sua visão sobre o tema.

 

No Salvar o mundo – Nacional falamos da associação RESHAPE, cuja missão visa a reintegração digna de todos os indivíduos que estão ou estiveram reclusos.

Em Salvar o mundo – Internacional damos a conhecer a TLG – Crescer com Amigos Portugal, entidade que oferece apoio e orientação aos alunos, para melhor poderem enfrentar os desafios educacionais.

A Reportagem do mês intitula-seO sono comanda a vida” e alerta para a importância suprema de termos noites bem dormidas, em benefício da  saúde física e mental.

 

A Narrativa Fotográfica apresenta “Família”: retratos de famílias LGBTQI+ residentes em Portugal. Um trabalho com assinatura de Mag Rodrigues.

 

Na História de Vida conheça a história de Fernando Heitor, 58 anos. Numa altura em que se encontrava sem trabalho, dirigiu-se à CAIS, onde fez a formação Capacita +, financiada pela Fundação “la Caixa”, o que lhe permitiu estar atualmente empregado.

Em Viagem Transformadora, Fernanda Freitas recorda visita a Cuba, país que conquistou o seu coração através da música. A seta do Cupido desta paixão foi Buena Vista Social Club, um ninho de músicos fundado em 1932 em Havana, que, na década de 1990, daria origem a um álbum homónimo produzido por Ry Cooder.

Ainda nesta edição, destaque para a rubrica Cultura de Causas com o filme “Campeones”, um farol de esperança em defesa do valor próprio e da dignidade de cada indivíduo.

 

 

Não se esqueça! 70% do preço da Revista vai diretamente para o Vendedor.

Saiba onde encontrar os vendedores aqui.

RSS