REVISTA CAIS DO MÊS

REVISTA CAIS DE SETEMBRO

capa dillaz

Dillaz é o diretor convidado da edição de setembro da Revista CAIS

No Editorial, Dillaz fala sobre a forma como a pandemia veio afetar a vida de todos os profissionais ligados ao mundo do espetáculo, nomeadamente, a dos técnicos de áudio e iluminação da sua própria equipa.

Na rubrica 1 Tema, 2 Pontos de Vista, Dillaz escolhe para debate a “Legalização da Canábis em Portugal: sim ou não?”. Bruno Maia (Médico) e João Goulão (Diretor-Geral do SICAD – Serviço de Intervenção nos Comportamentos Aditivos e nas Dependências) revelam posições opostas sobre o assunto.

No Salvar o mundo – Nacional, focamos a União Audiovisual, entidade que procura dar apoio a técnicos, artistas e outros profissionais da área da cultura, espetáculos e eventos, um dos setores mais lesados pela crise pandémica.

Em Salvar o mundo – Internacional, destaque para a JA Worldwide, uma das maiores ONG de juventude do mundo, que prepara os jovens para o emprego, dando-lhes a mão, aprendizagem experimental na preparação para o trabalho, literacia financeira e empreendedorismo.

Na Reportagem do mês, procuramos responder a uma das questões provocadas pela Covid-19: como a pandemia afetou a vida dos técnicos de espetáculos e eventos?

Na Narrativa Fotográfica, apresentamos um Portfólio de Bruno Gião, enquadrado entre imagens e design, histórias e funcionalidade.

Na História de Vida, conheça o percurso de Paulo Domingos Ferreira, um ex-vendedor da Revista CAIS que agora trabalha na Junta de Freguesia de Odivelas.

Na Viagem Transformadora, Henrique Carvalhal, guitarrista da banda de Dillaz, conta como tem sido a sua vida em Londres, a cidade capital mundial da música.

Ainda em destaque na edição de setembro, um filme escolhido por Dillaz: “À espera de um milagre”. Baseado num romance de Stephen King, mostra-nos que é possível fazer o Bem, apesar de todas as dificuldades

Não se esqueça! 70% do preço da Revista vai diretamente para o Vendedor.

Saiba onde encontrar os vendedores aqui.

RSS